sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Reencontro de Uma Reencarnação‏

  • Eu nem percebí, que você era capaz de me amar...
    Nem dei conta de um beijo a mais em meu rosto
    depois dos cerimoniosos nas mãos.
    Mas, foi uma noite trágica, e eu acostumada ao
    sofrimento, também não percebi que além do beijo,
    eu podia tirar partido da sensualidade... e come-
    cei a imaginar todas a voltas da sensualidade, como
    as voltas do corpo de uma imensa serpente.
    A dança da sensualidade, os encontros do abuso ao
    meu corpo, e a minha invasão em sua boca e em seu
    corpo...
    E meus olhos procurando na noite escura a Imensidão
    do Eterno, do Sempre, do nunca mais... nunca mais...
    desapareça da Historia de minha Vida, já que Dois
    Séculos se passaram num certo ontem para um nunca mais
    amanhã
    clarisse
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário